PEC de Alan Rick corrige tabela do Imposto de Renda com base na inflação

unnamed

Com o apoio de vários parlamentares, o deputado Alan Rick (PRB-AC) está colhendo assinaturas para apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição que condiciona a correção da tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) à inflação. “Os valores de 2017 já estão defasados em 83%. Isso é confisco do dinheiro do cidadão, prática vedada pela Constituição Federal”, critica.

Alan Rick explica que os reajustes dos anos anteriores não cobrem grande parte das perdas inflacionárias. “Um cidadão que hoje recebe salário acima de R$ 1.903,00 já paga imposto de renda. Se os valores estivessem atualizados, só pagaria o imposto quem ganhasse acima de R$ 3.454,00”, explica.

Com a tabela desatualizada, a população não somente paga mais, como deixa de ganhar. O desconto por dependente, que é R$ 189 por mês, ou R$ 2.275,08 por ano, já deveria ser de R$ 347, ou seja, R$ 4.166,00 por ano. “A educação também é afetada. A dedução das despesas com ensino foi limitada ao longo dos anos em R$ 3.561,00. Com as devidas correções, o valor deveria ser de R$ 6.521,85 reais”, acrescentou

Por Fernanda Cunha (Ascom Liderança do PRB na Câmara dos Deputados)

Foto: Douglas Gomes 

 

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.