Em discurso na Câmara, deputado Roberto Alves homenageia a Polícia Federal

00PRB (B) 2015_03_12-2515O vice-líder do PRB na Câmara, deputado Roberto Alves (SP) homenageou a Polícia Federal (PF) em seu discurso no plenário, nesta terça-feira (7). A homenagem ocorreu em razão do sucesso da operação ‘Luz da Infância’, realizada em vários estados e que resultou na prisão de 108 pessoas envolvidas com pornografia infantil na internet.

A operação, encabeçada pela PF, envolveu mais de 1,1 mil policiais federais e civis, sob a gerência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), com o apoio da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil.

Foi a maior operação policial de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na América Latina e uma das maiores do mundo.

Foram recolhidos mais de 150 mil arquivos com conteúdo pornográfico, os quais eram compartilhados e negociados em redes ocultas na internet, conhecidas como ‘deepweb‘. Os materiais apreendidos incluem computadores, celulares, câmeras e discos rígidos, contendo vídeos e fotos, inclusive de bebês, além de cartilhas que ensinariam os criminosos a abordar as crianças.

Dedicação

Em seu discurso, o deputado Roberto Alves mencionou a dedicação dos policiais federais no combate à violência sexual infantil dentro e fora do ambiente virtual, e se mostrou impressionado com o resultado da investigação.

“Esta operação mostrou não só a gravidade do problema, mas a vulnerabilidade a que as nossas crianças e a adolescentes estão submetidos. […] Mostrou o quão é urgente e necessário o nosso trabalho de combate ao abuso sexual infanto-juvenil”, afirmou.

O republicano também chamou a atenção para o Poder Legislativo, que precisa se comprometer ainda mais com o futuro das próximas gerações. “Combater a violência sexual infanto-juvenil se faz com uma legislação eficaz, que seja dura com os criminosos e que resguarde o trabalho daqueles que estão na linha de combate, como policiais e conselheiros tutelares”, destacou.

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *