Hugo Motta comemora derrubada do veto ao Refis das pequenas empresas

unnamed (9)Brasília (DF) – A Lei Complementar 162/2018, que institui o Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (Pert-SN), mais conhecido como Refis das Pequenas Empresas, foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (9).

Para o deputado federal Hugo Motta (PRB-PB), o Congresso acertou em derrubar o veto do presidente Michel Temer. “O projeto de nossa autoria, que tramitava apensado, surgiu a partir do diálogo com a sociedade e foi uma solução buscada para enfrentar esse momento de crise. Os pequenos empresários poderão parcelar os débitos tributários vencidos até novembro de 2017 junto a União. A negociação prevê ainda descontos nos juros e multas. É uma oportunidade pra auxiliar as pequenas empresas a se reerguerem da grave crise econômica que afetou nosso país”, destacou.

De acordo com o texto da Lei Complementar, os pequenos empresários que optarem por quitar, em dinheiro, 5% do valor da dívida, podem ter deduzidos até 90% dos juros, 100% de encargos e 70% da multas.

“Se o veto não tivesse sido derrubado, mais de 650 mil micro e pequenas empresas estariam prejudicadas, pois não poderiam mais aderir ao Simples Nacional. Com certeza, o prejuízo para a economia brasileira seria grande, mas o Congresso Nacional corrigiu isso a tempo”, enfatizou Hugo Motta.

Texto e foto: Ascom – deputado federal Hugo Motta 
Edição: Agência PRB Nacional

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *