TCU começa investigação das tarifas das passagens aéreas

PRB (B) 2018_06_13-2876O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu auditoria, nesta segunda-feira (18), para verificar se a cobrança à parte de bagagem provocou uma redução no preço das passagens aéreas no Brasil. A investigação atende a Proposta de Fiscalização e Controle (PFC 150/2017) apresentada pelo deputado Celso Russomanno (PRB-SP) e aprovada pela Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados.

“Os passageiros têm reclamado bastante, alegando que, até agora, não se percebeu nenhuma vantagem relacionada à queda de preço das passagens. Em vez de melhores preços, os consumidores têm sido vítimas de constrangimentos constantes porque não há espaço para as malas de todos. Veja bem, essas malas são de, no máximo, 10 quilos – as únicas permitidas para o embarque”, lembra o deputado.

A cobrança em separado do despacho de malas em voos domésticos foi autorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) por meio de resolução 400, em 2016, e aplicada no primeiro semestre de 2017. O argumento da mudança era que o preço dos bilhetes cairia para quem optasse pelo pagamento à parte, mas, para o republicano, a realidade das cobranças é outra.

Texto: Gustavo Souza – Ascom da Liderança do PRB na Câmara
Foto: Douglas Gomes

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.