Campos ouve bancada feminina e defende participação de mulheres na Mesa Diretora da Câmara

PRB (B) 2018_11_28-5199Brasília, quarta-feira (28) – O deputado João Campos (PRB-GO) participou de encontro com a bancada feminina na Câmara e, como candidato à presidência da Casa, ouviu as demandas do colegiado. “Eu quero contribuições para melhorar a credibilidade da Câmara e viabilizar meios de a sociedade participar das pautas deste Parlamento, que é a Casa do Povo”, disse o republicano.

A coordenadora da bancada, deputada Soraya Santos ( PMDB/RJ), defendeu uma maior participação de mulheres na Câmara, sobretudo, na Mesa Diretora. “Queremos que esta Casa entenda que não há maior crise de representatividade do que a ausência de mulheres no Parlamento, uma vez que 52% da população é feminina”.
Campos adiantou que a participação feminina do PRB na Mesa já foi debatida com o presidente da legenda, Marcos Pereira, que assumiu o compromisso de “garantir que, se o partido tiver direito a uma vaga na Mesa, esta vaga será da deputada Rosangela Gomes”.

PRB (B) 2018_11_28-5186Rosangela Gomes (PRB-RJ) destacou o apoio do partido na sua trajetória política e frisou a importância dessa valorização. “Fui empossada esta semana como presidente da Comissão do Trabalho do MERCOSUL, por indicação do líder do PRB na Câmara, deputado Celso Russomanno. No ano passado, fui indicada com presidente da Rede Mulher de nove países. Também já fui vice-líder do PRB e quero, na Presidência desta Casa, um republicano. Pretendo, ao lado do deputado João Campos, e junto da bancada republicana de mulheres, prestar um trabalho de excelência ao país”, complementou.

Campos ressaltou, ainda, que já é conhecedor de vários temas do colegiado, que terá 77 deputadas na próxima Legislatura. Ele já foi convidado por diversas vezes, pela deputada Soraya, a relatar matérias concernentes aos direitos femininos. “É algo que me orgulha muito, pois sei que foram decisões tomadas em acordo com as demais parlamentares, que poderiam simplesmente escolher outra deputada como relatora de suas matérias. Para mim, isso é um sinal de que tenho credibilidade e o faço com muito prazer. Portanto, não vejo nenhum problema em, como presidente da Casa, continuar a advogar em defesa das mulheres”.

Texto: Fernanda Cunha – Ascom da Liderança do PRB
Fotos: Douglas Gomes

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.