Frente parlamentar de combate ao abuso sexual infantojuvenil chega a Pontal

26902467305_2702d7ed10_oNo próximo dia 8 de dezembro, a Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes desembarca na cidade de Pontal/SP, para conversar com a população da cidade. O encontro será às 10h, na Praça Bortolo Carolo, localizada na Rua Ananias da Costa Freitas, bairro Jardim Aparecida.

O presidente da frente parlamentar, o deputado Roberto Alves (PRB-SP), chegará com a sua equipe, trazendo informações às famílias sobre o que é o abuso sexual infantojuvenil e de que maneira é possível proteger as crianças e adolescentes deste crime bárbaro.

Serão realizadas palestras, apresentações culturais e bate-papo com orientadores. As crianças terão à disposição brinquedos infláveis, pipoca, sessão de pintura facial e jogos interativos.

A Frente Parlamentar Contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi criada em maio de 2015 na Câmara dos Deputados, com o objetivo de fortalecer a luta contra o abuso e a exploração sexual infantojuvenil em todo o Brasil.

Violência Sexual

Dados do Disque 100, do Ministério dos Direitos Humanos, apontam que entre janeiro e junho de 2018, foram registrados 9.297 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes. O estado de São Paulo é o campeão, com quase 16% do total de denúncias.

O deputado federal Roberto Alves destaca que muitos casos de abuso sexual infantojuvenil ocorrem dentro de casa, no seio familiar, tendo como vítimas meninos e meninas. “O abuso sexual destrói o futuro das crianças, corrompendo os seus sonhos, transformando-as em adultos traumatizados. A cada hora, duas crianças são vítimas de abuso sexual”, afirma.

Roberto Alves também chama a atenção para os crimes de abuso sexual infantojuvenil através da internet, sobretudo via redes sociais, que vem fazendo centenas de vítimas em todo o Brasil. Organizações criminosas estão operando na ‘dark web’, conhecida como ‘internet das sombras’, comercializando vídeos e fotos com conteúdo eróticos e pornográficos de crianças e adolescentes.

A operação ‘Luz da Infância’, encabeçada pelo Ministério da Segurança Pública, e que está em sua segunda fase, já prendeu mais de 400 pessoas envolvidas com pornografia infantil pela internet. “É muito importante que os pais estejam atentos ao que seus filhos estão fazendo e com quem estão conversando através das redes sociais”, alerta o deputado.

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.