Jhonatan de Jesus comemora aprovação da intervenção federal em Roraima

PRB (B) 2018_12_11-5426Brasília, 11 de dezembro – A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 1105/18, que autoriza a intervenção federal no estado de Roraima até 31 de dezembro. O republicano Jhonatan de Jesus (PRB-RR) ressaltou a importância desta votação na Casa: “Nós conseguimos o apoio de 270 dos 350 deputados, essa é a prova de que o Parlamento reconhece o momento difícil pelo qual o estado está passando”.

Sem salários, os servidores estaduais estão em greve desde o dia 23 de outubro deste ano. “A área de segurança pública é uma das mais afetadas, os quartéis da Polícia Militar foram bloqueados por esposas de militares que, em apoio à paralisação, impedem viaturas de sair em 7 das 15 cidades do estado. A polícia Civil também limitou o atendimento a uma única delegacia na capital e agentes penitenciários estão paralisados”, comentou o parlamentar.

Da tribuna do Plenário Ulysses Guimarães, Jhonatan esclareceu que esta é uma medida tomada pelo presidente Michel Temer, em acordo com a governadora Suely Campos (PP) e que tem apoio do presidente eleito Jair Bolsonaro. Segundo o decreto, o governador eleito, Antonio Denarium (PSL), será o interventor que comandará o estado e repassará os R$ 200 milhões entregues pela União para pagamento dos salários atrasados.

O parlamentar ressalta a importância da aprovação da matéria: “A União já está com orçamento do ano fechado e, por isso, não pode liberar recursos para o estado. A única solução é por meio da intervenção federal, assim a União poderá pagar os policiais e professores que estão há 60 dias sem receber seus salários”.

O decreto do presidente Michel Temer foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (10) e já está em vigor, mas ainda precisa do aval do Congresso Nacional. Agora, a matéria segue para aprovação do Senado Federal.

Texto: Fernanda Cunha – Liderança do PRB
Foto: Douglas Gomes 

 

 

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.