Deputado Gilberto Abramo quer otimizar processo de autenticidade dos cartórios

40185926333_fd228b91b9_oAtualmente, se um cidadão lavra uma escritura pública num estado, esse documento só terá eficácia em outro estado se um tabelião de notas da capital reconhecer a assinatura do primeiro tabelião. Com o intuito de diminuir a burocracia dos serviços públicos e poupar os custos para o cidadão, o deputado Gilberto Abramo (PRB-MG) propôs mudanças nesse ritual de autenticidade dos cartórios.

“Um tabelião precisar atestar e abonar a fé pública de outro tabelião do mesmo país é injustificável”, argumentou Abramo. Por meio do Projeto de Lei 1623/2019, ele sugere como alternativa a criação de uma central que disponibilize, pela internet, todas as assinaturas dos titulares de serviços notariais e de registro – e dos substitutos e prepostos – acessível a qualquer pessoa.

Abramo questiona a alta receita dos cartórios. “Existem mais de 13 mil cartórios no Brasil, cada um com faturamento anual de mais de R$ 16 bilhões. As taxas pagas para reconhecimento de assinaturas e documentos, casamentos, inventário, além de outros serviços variam em cada estado”, explicou.

De acordo com a proposta do republicano, os únicos casos em que necessitaria a autentificação de um cartório de outro estado seria quando houvesse suspeita de falsidade fundada ou lei específica. A proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara.

Texto: Fernanda Cunha com edição de Mônica Donato – Ascom da Liderança do PRB
Foto: Douglas 

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.