Republicanos do Amazonas manifestam preocupação com o sistema prisional do estado

 40120169163_637596966a_o

A crise do sistema prisional do Amazonas veio a público novamente após o massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (COMPAJ), que resultou na morte de 55 presos, durante o último final de semana. O republicano Capitão Alberto Neto (PRB-AM) sugeriu e a Câmara dos Deputados autorizou a criação de uma Comissão Externa para acompanhar a situação do Sistema Penitenciário do estado.

“Os conflitos estão se alastrando, a situação está caótica e o número de mortes está atravessando os muros dos presídios”, disse o parlamentar que é presidente da Frente Parlamentar Mista de Desenvolvimento Estratégico do Sistema Penitenciário, Combate ao Narcotráfico e Crime Organizado no Brasil. Ele explicou que os massacres vêm acontecendo no estado nos últimos três anos em virtude de disputas entre grupos criminosos (facções) que atuam nas penitenciárias.

“Queremos contribuir para restabelecer a ordem e a gestão do Sistema Penitenciário que padece de atenção e desenvolvimento. É importante destacar que com essa visita poderemos verificar o real estado do presídio e das unidades prisionais”, disse. A Comissão proposta pelo deputado contará com verificação técnica “in loco” visando registro de dados quantitativos e qualitativos para realização de estudo técnico a ser encaminhado ao Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN).

O deputado Silas Câmara (PRB-AM) também se manifestou a respeito. “O massacre já é considerado o segundo mais violento ocorrido em cadeias do Amazonas. O fato demonstra e comprova as dificuldades do sistema penitenciário no estado. Manifesto minha solidariedade com as famílias em luto que também são vítimas. Como parlamentar me comprometo em trabalhar para garantir mais recursos para a construção de novas unidades prisionais em nosso Amazonas”, afirmou em nota.

Saiba mais

Na última terça-feira (28), o Poder Executivo emitiu a Portaria 564/2019, que dispõe sobre o emprego da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária – FTIP em apoio ao governo do estado do Amazonas pelo período de 90 dias.

 

Texto: Fernanda Cunha com edição de Mônica Donato – Ascom da Liderança do PRB
Foto: Douglas 

 

 

Comentário(s)

Comentário(s)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.